11 98917-1777 | 11 98916-1672

Descubra os benefícios da grama para os pets!

oferecer grama para pets é garantia de alegria e diversão

Quem tem um animalzinho em casa sabe o quanto eles gostam de brincar em áreas verdes e provavelmente você já viu algum deles comer um pouco de grama ou mato. Saiba que este é um hábito muito comum e seus pets fazem isso para regular o intestino, melhorar a digestão ou caso eles tenham algum desconforto  intestinal.

Apesar de ser um hábito saudável para os animais, é preciso estar atento ao risco de intoxicação por pesticidas. Por isso, aprenda como garantir ao seu animalzinho um ambiente divertido sem se preocupar com o bem estar dele.

A grama para pets é uma excelente opção tanto para quem vive em apartamentos quanto para quem mora em casas. Confira essas dicas super legais sobre o tema.

Benefícios da grama para os pets

Pode ser uma ótima opção para seus animaizinhos de estimação se divertirem, afinal eles adoram brincar e rolar na grama. Mas existem outros benefícios importantes de se ter uma grama específica para os pets.

Por exemplo, os gatos não conseguem eliminar todos os pelos do organismo após a limpeza e eles acabam por se acumular no estômago. Por isso eles ingerem a graminha para ajudar na eliminação das bolas de pelo.

A grama é cheia de fibras e vitaminas, além de ser um petisco saudável e natural, que serve para aumentar o bem estar do gato e pode deixá-lo menos agressivo e relaxado. Ela também pode servir como forma de enriquecimento ambiental.

Para os cachorros é preciso sempre achar uma maneira de espantar o tédio e ter a grama para pets pode ajudar a gastar energia e evitar quadros de ansiedade. O cachorro pode explorar novos cheiros, texturas e sabores tendo a grama em casa, o que pode ser um momento de muita diversão para ele, mas claro que deve ser supervisionada.

O consumo da grama é benéfica tanto para gatos quanto para cachorros, já que ela é rica em clorofila e é potente anticoagulante, que ajuda na cicatrização de feridas. Ajuda a nivelar níveis de açúcar no sangue e alguns tipos ajudam a prevenir câncer.

Cuidados

Como vimos acima, os pets adoram grama, mas é preciso tomar algumas precauções. Quem mora em apartamento ou condomínio sabe que o trato das plantas é feito com pesticidas e isso pode gerar intoxicações nos animais, assim como não se pode deixá-los comer qualquer tipo de grama que encontrem. Dessa forma pense em ter sua própria graminha em casa, veja no próximo tópico como fazer isso!

Uma dica muito boa é sempre supervisionar o animal, pois o comprimento da vegetação pode fazer com que ele engasgue e também é preciso manter um consumo moderado da vegetação.

Outro cuidado de extrema importância é sempre consultar seu veterinário antes de começar a introduzir a grama na rotina de seu bicho de estimação. Alguns precisam de cuidados especiais e ainda é necessário saber o que fazer em casos de alergia, então esteja atento aos sinais que seu pet der.

Como ter em casa?

Para ter sua própria graminha você pode comprá-la pronta ou plantar sementes. As sementes mais comuns e próprias para o consumo animal são a hortelã, trigo, salsinha, erva doce, aveia, trigo, azevém e milho.

Escolha um local iluminado e que bata sol por algumas horas do dia, não se esqueça de regar duas vezes ao dia, de manhã e de tardezinha. Não é preciso encharcar a terra. Fique atento a possíveis fungos que crescem na umidade e pronto só servir e se divertir com a grama para seu pet!

Gostou dessas dicas? Então, conheça também a opção de grama sintética para o seu pet!

Deixe uma Resposta.