11 2604-5322 | 2601-5657

Você Sabe Diferenciar Reaproveitamento E Reúso Da Água?

Problemas com escassez de água estão cada vez mais presentes no mundo inteiro. Hoje podemos vivenciar a catástrofe da seca no Sistema Cantaneira, em São Paulo. A preocupação e conscientização deve ser da parte de todos nós, afinal, a água é um bem comum que utilizamos diariamente. Que tal começar entendendo a diferença entre reuso e reaproveitamento de água e de que modo podemos agir para diminuir os gastos e melhorar a situação dos reservatórios?

Reúso e reaproveitamento: qual a diferença?

Reúso e reaproveitamento de água podem ter significados diferentes, mas ambos podem e devem ser realizados em residências e indústrias. O reúso da água é quando separamos, em uma pequena estação de tratamento, a água utilizada em usos “nobres” (banhos e pias) para a reutilização em usos “menos nobres” (como descargas, lavagens de pisos, irrigação paisagística e outros).

Já o reaproveitamento de água serve para a coleta de águas pluviais. A água da chuva que desce pelas calhas dos telhados corre para o esgoto. O que pose ser considerado um desperdício, afinal, essa água pode ser utilizada para várias finalidades. A ideia é coletar e armazenar a água da chuva em cisternas. Ela pode ser reaproveitada sendo antes tratada ou não e tem diversos fins. Os mais comuns são: irrigação de campos para cultivo, uso industrial, lavagem de veículos, combate ao fogo, construções, etc.

Você Sabe Diferenciar Reaproveitamento E Reúso Da Água

Nenhuma dessas formas de reutilização gera água potável e nem é indicado que ela seja tratada para esse fim. Os sistemas de coleta e armazenamento, tanto para reúso quando para o reaproveitamento da água da chuva, podem ser simples ou mais elaborados. Para aprender a fazer uma cisterna simples na sua casa, clique aqui.

Sem desperdícios!

Mesmo reaproveitando a água com esses sistemas, a conscientização deve prevenir que o uso desse recurso seja abusivo. O nosso cuidado deve estar presente também no momento que utilizamos a água. Vamos lembrar alguns cuidados básicos para evitar o desperdício:

  • Feche a torneira enquanto escova os dentes ou lava a louça.
  • Tome banhos rápidos.
  • Não lave a calçada ou o carro com a mangueira ligada.

Contribuindo com essas pequenas parcelas de racionamento no nosso dia a dia é possível economizar não só a água, como também o nosso dinheiro. Aplique na sua casa o sistema de cisterna para reúso e reaproveitamento da água e contribua para evitar o desperdício do nosso maior bem natural: a água.

Deixe uma Resposta.