11 2604-5322 | 2601-5657

Desenvolvimento sustentável

Quando você separa o lixo da sua casa ou reaproveita algum material reciclável, mesmo sem saber, você está colaborando para um desenvolvimento mais sustentável do nosso planeta. Mas nem só de reciclagem é feita a sustentabilidade – tem muito mais que você, ou melhor, que todos nós podemos fazer! Então confira o post de hoje e aprenda um pouco mais sobre o papel do desenvolvimento sustentável.

O que é desenvolvimento sustentável?

Você já escutou esse termo antes, mas não sabia exatamente do que se tratava? Pois bem, o desenvolvimento sustentável nada mais é do que uma forma de aliar o crescimento econômico do planeta aos cuidados com o meio ambiente, obtendo, desta forma, um consumo mais consciente dos recursos naturais necessários para a sobrevivência dos seres vivos.  

Mas apesar da popularidade, o desenvolvimento sustentável não é nada novo: este termo foi proposto pela primeira vez em 1983, durante reunião da Comissão Mundial sobre Meio Ambiente da Organização das Nações Unidas (ONU), e desde então vem-se realizando medidas de conscientização da população mundial sobre a importância da sustentabilidade.

O que se propõe, basicamente, é que é possível promover o desenvolvimento econômico na atualidade sem degradar o meio ambiente ou comprometer os recursos e reservas naturais necessários para a sobrevivência das gerações futuras. Ou seja, que é preciso consumir de forma controlada, preocupando-se com a capacidade do planeta de repor tudo isso que estamos utilizando agora – o que, aliás, nem sempre é possível.

O desenvolvimento sustentável, dessa forma, pode ser dividido em quatro grandes pilares, que você conhece melhor logo abaixo:

  • Sustentabilidade ambiental

    : leva em conta a viabilidade dos ecossistemas (se conseguem se autoproduzir e se adaptar a alterações, por exemplo) e se o ambiente natural é capaz de manter as condições de vida para todos os seres vivos;

  • Sustentabilidade econômica

    : é um conjunto de medidas econômicas e políticas que visam à incorporação de preocupações e conceitos ambientais e sociais na economia, promovendo a exploração sustentável de recursos;

  • Sustentabilidade sociopolítica

    : é o pilar que visa ao desenvolvimento humano e à estabilidade das instituições públicas e culturais, promovendo a redução de conflitos sociais e incluindo as pessoas nas decisões que afetam o desenvolvimento;

  • Sustentabilidade cultural

    : leva em consideração a forma como os povos encaram os seus recursos naturais e como estes constroem e tratam as relações com outros povos, a curto e longo prazo. Visa criar um mundo mais sustentável a partir de todos os níveis sociais e culturais.

O que você pode fazer para ajudar?

foto ilustrativa sobre como ajudar no desenvolvimento sustentável

Foto: Optclean

Por mais que pareça um clichê, realmente só é possível atingir o desenvolvimento sustentável pleno se cada um fizer a sua parte. E, sim, pequenas atitudes de preservação ambiental contam – e muito!

Viver uma vida mais sustentável implica em mudanças no seu comportamento de consumo. Existem pelo menos três práticas que você deve seguir; elas são conhecidas como os “três erres”: Redução, Reutilização e Reciclagem.

A redução, como o nome indica, visa à reduzir os nossos padrões de consumo. O que significa, por exemplo, criar mais consciência na hora de comprar, para que as pessoas não adquiram produtos desnecessários. Vale sempre parar para pensar: eu realmente vou utilizar isso ou apenas se tornará mais um lixo? E isso serve para qualquer aspecto da sua vida em que você pode empregar a economia, como o consumo de água e energia e o uso do seu carro, por exemplo.

torneira sendo fechada

Foto: Zap Imóveis

A reutilização também é uma forma de encarar o nosso comportamento de consumo, principalmente sobre o descarte de produtos após o uso. Afinal, por que descartar coisas que eu posso reaproveitar para outros fins? Reutilizar embalagens dos produtos para outros objetivos, como o copo de requeijão, por exemplo, é uma maneira de gerar menos lixo e, ao mesmo tempo, reduzir a necessidade de comprar novos produtos. Evite, sempre que possível, aqueles produtos que devem ser descartados após o uso, e dê preferência aos reutilizáveis.

E, por último, mas não menos importante, vem a reciclagem, que é a mais praticada e está cada vez mais inserida nas rotinas da população em geral. O ato de separar o lixo seco do orgânico, por exemplo, é uma atitude que ajuda – e bastante – a tornar a sociedade mais sustentável, pois muitos itens que são descartados podem adquirir novos fins, sendo transformados em produtos semelhantes ou com novas utilidades!

Foto: Jardim do Coração

Foto: Jardim do Coração

Quer saber mais? Então confira o nosso post com dicas de pequenas atitudes que ajudam a preservar o meio ambiente.

Deixe uma Resposta.