11 2604-5322 | 2601-5657

Como fazer uma brinquedoteca simples

Brinquedoteca com piso de grama sintética

Fonte: Ana Buji

As brinquedotecas estão cada vez mais em alta, e não apenas em lugares específicos para os pequenos, como escolas infantis, mas também em comércios dos mais variados tipos e até dentro de casas e apartamentos. Essa tendência é forte por dois motivos simples.

Primeiro, quando as brinquedotecas são implementadas em comércios fazem com que os pais das crianças se sintam mais confortáveis para ir e ficar mais tempo nos locais. Isso porque, além de terem certeza que seus filhos estarão entretidos, também sabem como que estarão em segurança e, assim, se sentem mais à vontade para ficarem mais tempo nos lugares.

Segundo porque ter um local pensado para as crianças, ainda mais dentro de casa, delimita um espaço para que seus filhos entendam que eles têm um cantinho só deles. Ajuda a definir limites e a orientá-los para o senso de organização. Afinal, aquele é o ambiente deles e são eles que devem ficar “responsáveis” por ele.

Tendo em vista isso, fica bem clara a importância de se ter uma brinquedoteca, seja em seu negócio ou em sua casa. E para mostrar que montar uma área de lazer para os pequenos não é uma tarefa difícil, vamos explicar como fazer uma brinquedoteca simples considerando três pontos.

Segurança em primeiro lugar

Para começar, seja na sua casa ou para inserir em qualquer empresa, a segurança tem que estar em primeiro lugar. Comece optando por brinquedos específicos para crianças maiores de três anos, isso garante que as peças deles sejam maiores e garante que eles não vão se engasgar ao colocarem na boca, por exemplo.

Lembre-se de escolher mobílias plásticas e com quinas arredondadas, para não haver acidentes. Além disso, garanta que o chão seja próprio tanto para brincar quando contra impactos e antiabrasivo para o caso de queda. Duas opções de revestimento perfeitos para brinquedotecas são os pisos de E.V.A e os gramados sintéticos.

Aprenda a criar um ambiente seguro para crianças!

Brinquedoteca com tapete de grama sintética e brinquedos

Fonte: Ana Buji

 

Brinquedoteca ampla com mobília plástica

Fonte: Pinterest

Mobiliário precisa ser funcional

Além da atenção com o material das mobílias, é importante pensar que elas devem ser funcionais. Por exemplo, ao invés de uma simples cadeirinha, você pode optar por um puff que também seja baú e sirva para guardar tanto objetos quanto os brinquedos da área.

As paredes também devem ter o mesmo cuidado. Use da área vertical do espaço de forma útil, por exemplo, distribuindo muitos nichos e prateleiras e transformando a própria parede em um enorme quadro negro apenas pintando-as de tinta escura e fosca.

Brinquedoteca com caixotes de plástico

Fonte: Pinterest

Brinquedos educativos não podem faltar

Por último, mas não menos importante, temos a parte mais incrível para a criançada, os brinquedos! Mas, mais que pensar em muitas formas de deixar os pequenos soltarem sua imaginação, não se esqueça de introduzir brinquedos que estimulem o desenvolvimento deles. Brinquedos educativos são meios excelentes de melhorarem a percepção e a aprendizagem dos pequenos!

Com essas três dicas em mente, basta colocar em prática e irá montar uma brinquedoteca simples, mas incrível!

Deixe uma Resposta.