11 2604-5322 | 2601-5657

Grama sintética esquenta com o calor da luz do Sol?

A grama sintética é uma ótima opção para decorar com um pouco do aspecto natural pro ambiente, seja no jardim de casa ou na varanda do apartamento. As vantagens são muitas. Mas, como qualquer material exposto muito tempo à luz do sol diretamente, a grama sintética esquenta. É algo natural.

Grama sintética esquenta com o calor

Isso acontece porque a absorção do calor solar na grama sintética se dá através da camada de borracha, base do gramado sintético. Então, a eficácia não é a mesma que teria uma camada de terra. Mas, esse problema pode ser resolvido de uma forma bem simples: caso a grama fique muito quente, basta molhá-la com uma mangueira, e a sua temperatura voltará ao normal.

Em contrapartida, o fato da grama esquentar com a incidência da luz solar pode ser uma vantagem para quem precisa de mais calor. Ela pode deixar aqueles espaços da casa geralmente mais frios e com pouca incidência de sol mais aconchegantes e quentinhos, pois ela irá reter o calorzinho do sol (ainda que o ambiente não tenha muita luz solar). Além disso, no inverno, um jardim “mais quentinho” é uma boa pedida.

Por isso, a grama sintética é indicada tanto para ser usada em espaços internos, quanto em espaços externos, como jardins e áreas ao ar livre. Seu aquecimento acaba por ser uma vantagem: pode ajudar na manutenção do calor do ambiente durante o frio; já no verão, sua temperatura pode ser controlada facilmente com um pouco de água.

Ainda em dúvida sobre optar pelo gramado sintético? Conheça as principais vantagens de escolher a grama sintética:

  • mantém seu visual perfeito e estável durante todo o ano, mesmo com pouca manutenção, e apesar de intempéries climáticas;
  • é protegida da proliferação de fungos, bactérias e outros microorganismos que podem ser prejudiciais à saúde;
    pode ser aplicada em vários locais, como áreas menos acessíveis e terrenos mais irregulares;
  • prática e versátil, pode compor a decoração de vários ambientes;
  • tem durabilidade de 15 a 20 anos e a sua preservação não se baseia no uso de pesticidas, fungicidas e fertilizantes.

Deixe uma Resposta.