11 2604-5322 | 2601-5657

Jardim Italiano: Características do Paisagismo Italiano

O Jardins Italianos inspiraram os franceses na criação dos seus. Belo, repleto de elementos e riqueza visual, o jardim italiano junta o clássico ao funcional. Diferente do jardim francês, o italiano incorpora o calor dos países mediterrâneos.

Sua origem estética vem do renascentismo, utilizando, essencialmente, arbustos e esculturas. Esse estilo de paisagismo deve ser romântico e poético, pensado para impressionar os visitantes, envolvendo-os num ambiente artístico, mostrando que a jardinagem pode, sim, ser uma arte.

Extensão

Os jardins italianos são tradicionalmente extensos. Inclui elementos grandes, como fontes, estátuas e espaços para caminhadas. Contudo, observando alguns detalhes é possível replicar o estilo em espaços menores, criando ambientes românticos e aconchegantes.

As Cores

As cores predominantes no jardim italiano são o azul e o verde. O azul é associado com o elemento água, que é imprescindível nesse estilo de jardinagem e pode ser utilizado de várias formas. Normalmente utilizam-se fontes e lagos, mas para quem tem menos espaço disponível, existem alternativas interessantes, como um chafariz, uma pequena fonte.

O verde, por sua vez, pode ser visto em arbustos e, principalmente, no gramado. Os arbustos nos jardins italianos são topiados, ou seja: devem ser bem podados em formas geométricas. O custo da topiaria faz com que a manutenção desse tipo de jardim se torne ligeiramente mais cara, tal qual os jardins franceses. Portanto, para poupar gastos com conservação do espaço é recomendado o uso de grama sintética. A grama sintética é muito parecida com a grama natural, além de ser de fácil manutenção. Ela é resistente, durável e não desbota, pois possui proteção contra raios UV e, também, possui baixa abrasividade (macia ao toque, não retém sujeira e não queima). Fica a dica.

Estátuas e Esculturas

O outro elemento essencial para deixar um jardim com ares italianos é o uso de estátuas e esculturas. A Itália é um país de grandes escultores (como Donatello, Lorenzo Ghiberti, Miguel ângelo, e muitos outros nomes), portanto não é estranho que essas obras de arte sejam usadas na composição dos jardins. Sendo assim, a ideia é ter diversos objetos decorativos, como bustos de estátuas, vasos de cerâmica trabalhada, estátuas de figuras humanas, cupidos, enfim, existem muitos items que podem ser incorporados na decoração do jardim. Essas estátuas e esculturas podem ser colocadas junto da fonte de água ou espalhadas por toda a extensão do jardim, rodeadas por arbustos e flores.

Agora você conhece as características básicas de um jardim italiano. Esse estilo é um dos mais primordiais de paisagismo e ainda é esteticamente muito relevante, sendo uma opção interessantíssima para quem busca um ambiente que possua um ar artístico. Seguindo essas dicas, você pode compor um jardim italiano com a sua cara, ideal para relaxar e se apaixonar.

Deixe uma Resposta.