11 2604-5322 | 2601-5657

Jardins Ingleses: Como Decorar o Seu

Entrar em um jardim depois daquele dia atarefado e poder relaxar em um ambiente tranquilo é tudo de bom. Ao transpor um ambiente natural, bucólico, o humor muda, o peso do dia a dia lentamente deixa nossas costas e instantaneamente nos sentimos melhor. Os Jardins com estilo Romântico (ou Inglês) são perfeitos para quem quer ter um espaço em casa onde pode se conectar com a pura natureza e esquecer um pouco das regras e convenções, deixando a imaginação e os sentimentos aflorarem. jardins ingleses

A Natureza Em Sua Forma Mais Pura

Tal qual o Jardim Japonês, o Jardim Inglês tem como principal característica não ser um espaço projetado pela mão do homem (apesar de ser). Os jardins dessa natureza são originários do século XVIII e foram inicialmente promovidos pelo paisagista Lancelot Brown. A ideia do arquiteto era criar ambientes que quebrassem com a estética rígida e simétrica dos jardins franceses e italianos. Portanto, o Jardim Inglês é visualmente mais livre – e até mesmo um tanto bagunçado – usando muitas curvas, arbustos e extensos gramados, valorizando a natureza e não a construção.

Pequeno Bosque com Grama

Para começar, escolha o espaço onde deseja plantar o seu jardim. Os jardins ingleses costumam ser grandes, quase pequenos bosques. Sendo assim, eles apresentam diversos desníveis, um vasto gramado e árvores isoladas, não fazendo uso da topiaria. No entanto, apesar de serem tradicionalmente enormes, é possível, sim, fazer um jardim inglês em espaços mais reduzidos, como na frente de casa ou num quintal traseiro. Um dos elementos mais importantes dos jardins ingleses é o gramado. Um lindo tapete verde é essencial para deixar o ambiente mais vistoso e agradável. Uma ideia interessante é utilizar grama sintética, pois é mais fácil de fazer a sua manutenção e ainda se tem uma série de vantagens. A grama sintética é antiabrasiva (macia ao toque, não retém sujeira e não queima), não perde cor, pois possui proteção contra raios UV e é resistente e durável. Além de ser visualmente muito parecida com com a grama natural.

Árvores e Flores

Existe uma grande variedade de árvores e flores que podem ser usadas nos jardins ingleses. Se você optar pelo gramado sintético, lembre de reservar algum espaço para o cultivo das árvores. As mais tradicionais são normalmente de clima frio, o que faz desse estilo de paisagismo ideal para jardins de inverno. Você pode utilizar a bétula, o carvalho, o liriodendro, plátanos, catalpa-do-norte, tília e salgueiro. Arbustos, como buxinho, piracanta e veigela, também são muito característicos nos jardins ingleses.Caso você more num lugar de clima mais quente, você pode substituir essas plantas por outras, de aparência similar. As cores num jardim inglês vem das flores, que conferem um ar romântico e agradável. A flor essencial é a rosa, mas você também pode usar narcisos, tulipas, sálvia-vermelha, Maria-sem-vergonha, margaridas, lavandas, violetas e muitas outras. A única obrigação aqui é que elas sejam coloridas, não necessitem de poda constante e que possam formar arbustos. É interessante, também, fazer uso de plantas aromáticas, que vão deixar o jardim ainda mais agradável e relaxante. Seguindo essas dicas você pode ter um jardim inglês na sua casa. Você terá um espaço para relaxar conectado com a natureza, ideal para aqueles dias pesados no trabalho. Os jardins ingleses ressaltam a importância dos sentimentos e da imaginação, além de enaltecerem a natureza pura, acima das construções do homem.

Deixe uma Resposta.