11 2604-5322 | 2601-5657

O que é Certificação LEED: Saiba mais sobre os Critérios para receber o Selo Verde!

Cada vez mais há a necessidade de repensarmos a forma como interagimos com o meio em que vivemos, visando a sustentabilidade ambiental. Baseado nessa necessidade, o selo verde  da Certificação LEED tem sido uma maneira de incentivar a sustentabilidade na sociedade. O conceito por trás da certificação ambiental é o de demonstrar que a empresa ou instituição certificada realiza ou se se enquadra em ações sustentáveis, em prol do meio ambiente e da comunidade como um todo.

Você sabia que o Brasil é o 4º país com mais construções verdes certificadas no mundo? Pois, agora sabe! O Brasil conta com aproximadamente 82 empreendimentos certificados e 620 em processo de obtenção da certificação LEED.

certificação leed

 

O que é a certificação LEED?

LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é a certificação ambiental mais conhecida no mundo e é concedida pela ONG americana U.S. Green Building Council, que aqui no Brasil é representada pela GBC Brasil. Para receber a certificação LEED, não basta desenvolver algumas práticas sustentáveis. É preciso que o projeto atenda a uma série de critérios:

  • Espaço sustentável

O edifício deve estar localizado em um terreno que impacte o menos possível o meio ambiente e que esteja próximo à rede de transportes públicos e serviços, evitando o uso de carros. É importante também contribuir para a amenização das ilhas de calor, apostando em um espaço com bastante verde, jardins e plantas, e em telhado ecológico ou com cobertura clara, que reflete a luz bloqueando o calor.

  • Eficiência energética

Para reduzir o consumo de energia deve-se aproveitar a luz e a ventilação naturais. Equipamentos de ar condicionado e outros eletro-eletrônicos devem ter o selo Procel, que garante os melhores níveis de eficiência energética, e as lâmpadas devem ser frias, pois apresentam melhor compensação energética.

  • Uso racional da água

Reduzindo-se ao máximo o consumo, deve-se usar aparelhos economizadores, como torneira eletrônica, mictório a seco, válvulas de descarga dual flush ou até mesmo vaso sanitário a vácuo. Reaproveitar a água não potável (da chuva ou do esgoto tratado) é fundamental.

  • Materiais e recursos

A matéria-prima utilizada na construção também é avaliada (madeira de reflorestamento, certificada ou de ciclo vegetativo rápido, por exemplo).  É preciso evitar fornecedores de longe, que queimariam combustível por mais tempo nas estradas. A gestão e reciclagem de resíduos da obra também é essencial.

  • Qualidade ambiental interna

O espaço deve oferecer conforto e bem-estar aos ocupantes, o que, em empreendimentos comerciais, aumenta a produtividade dos funcionários. Ar-filtrado, vista para paisagens e materiais sem cheiro forte são característicos de prédios verdes.

  • Inovações e tecnologias

Construtoras e escritórios de engenharia criativos e que desenvolvem algum projeto diferenciado, como sistema para filtrar o ar nos arredores do prédio, podem ganhar o selo verde com pontos adicionais.

  • Créditos regionais

São necessárias adaptações que estimulem mudanças culturais de comportamento, como disponibilizar de vagas preferenciais para carros a gás natural ou a álcool, desestimulando o uso da gasolina.

Deixe uma Resposta.